Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Existe vida após o casamento??


Olá flores do meu jardim !!

Eu estava aqui pensando com os meus botões: durante todo esse tempo em que estava postando minhas fotos do casamento, tanta coisa aconteceu em minha vida de casada, na nossa casinha e que acabei não postando aqui … fiquei triste com isso. Então decidi que, de agora em diante, entre uma postagem e outra de fotos, postarei os “Dias de Nós Dois” … oras !!! Não é verdade???

Pois muito bem, acompanhando vários blogs de noivinhas e de casamento, percebi que em muitos deles constavam posts de noivinhas recém-casadas depressivas ou com sensações de nostalgia, tristeza ou se sentindo totalmente sem rumo.

Tudo isso porque já haviam casado e estavam sem saber o que fazer de agora em diante, já que não tinham mais a correria dos preparativos do casório.

Quando eu estava no Espaço Be fechando meu dia de noiva, encontrei uma noiva que já tinha casado e feito o seu dia de noiva lá e ela dizia o seguinte: “Ai, como eu queria casar de novo!!”.

E lendo e ouvindo tudo isso cheguei a pensar se também me sentiria assim depois que casasse. Afinal de contas, casar sempre foi meu sonho desde menina e além disso, seria algo estranho, pois (principalmente nós, meninas), sempre crescemos com a ideia do “felizes para sempre” que cabalmente era com o casamento. Não há nenhum conto de fadas que conta sobre a Branca de Neve, a Cinderela ou a Bela vivendo como mulheres casadas, com filhos para criar, lição de casa para corrigir, casa/castelo para cuidar com suas prendas domésticas (seja para fazer ou mandar fazer), contabilidade das contas domésticas e depilação para fazer para o maridão (com exceção do seriado “Once upon a time”, claro – diga-se de passagem, seriado M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O, quem não conhece ou nunca assistiu: recomendadíssimo!!!).

E “graças” a esse dogma, muitas de nós se sentem meio sem norte após o casamento. Afinal.e agora que já tenho o meu "felizes para sempre"? Isso deveria ser assunto de teses fantásticas de doutorado de psicologia, não??

Engraçado que pensei nisso no domingo, dia seguinte ao meu casamento. Abri os olhos, olhei para o teto do meu quarto novo, olhei para o lado e vi meu MARIDO dormindo ao meu lado. Sorri e pensei “Agora sou uma mulher CASADA”.

E até agora só sinto essa diferença apenas quando tenho que fazer algum cadastro em que pede meu estado civil ou quando vou me referir ao Diego como “meu marido”.

Graças a Deus não tive essa angústia ou depressão que a maioria das noivinhas tem. E sabem o que é mais interessante? Não gosto mais de ver revistas de noivas. As que eu comprei na época em que eu era noiva, dei todas para um salão de cabeleireiros do lado da casa da minha mãe. Não vejo mais graça em olhar vestidos ou qualquer coisa relacionada com casamentos ….

Por outro lado, continua firme e forte minha paixão por revistas de reformas, jornaizinhos com ofertas da C&C, Dicico, Telha Norte, Leroy Merlin, anúncios da Mega TV de coisas para a casa/reforma/decoração: esse mundo continua me atraindo como ímã!!!

As reforminhas aqui em casa pararam um pouco agora. Seja por falta de tempo, seja por falta de grana mesmo. Mas pretendo voltar o quanto antes !!!

E, concluindo toda essa minha divagação sobre a vida pós-casamento, entendo que graças a Deus não tive essa triste depressão pós-casamento. Meu dia 30 de junho de 2012 foi lindo, inesquecível, maravilhoso e valeu a pena cada stress, cada lágrima de desespero, cada centavo e não me arrependo de nada, nadinha mesmo!! Mas vocês podem ter certeza de que não casaria de novo, ou melhor, não faria uma OUTRA festa de casamento dessa proporção. Já tive meu sonho realizado e não passaria por tudo isso mais uma vez... hehehehe … uma vez só já foi o suficiente, rsrsrsrs … Então, não me vejo falando: "Ai, como queria casar de novo ..."

Claro que, apesar de não ter sido acometida da depressão pós-casamento, marido e eu ainda estamos acertando arestas de comportamento ao morar juntos … pois, como dizem, e isso eu estou concordando plenamente, “Por mais que você viva na casa do seu namorado e/ou ele na sua, ou mesmo tenham vários anos de namoro/noivado, não é a mesma coisa quando você casa, porque, acredite em mim, é diferente.”

E são nesses primeiros meses de convívio que as divergências (seja de costume, cultura ou criação) ficam mais nítidas e nossos respectivos “defeitinhos” mais acentuados, rsrsrsrs .. Então, apesar de existir vida após o casamento, ela ainda anda meio conturbada, tentando encontrar um equilíbrio de convivência, heheheh !!

Bom, gente, era isso que eu PRECISAVA compartilhar com vocês … e gostaria muito de saber um pouquinho da história de vocês … das casadas, das que vão casar e das que ainda não passaram por isso … pra eu saber que não sou tão anormal assim … :)

Ah!! Assunto nada a ver: Tem alguns blogs que eu seguia mas que agora eles são “só para convidados” e eu não consigo mais entrar … alguém aí sabe se nunca mais consigo falar com essa pessoa (apesar de ela não querer falar comigo)???

Então é isso pessoinhas queridas do meu coração !!!

Beijo beijo.

12 comentários:

  1. Haha é ótimo essa fase de começo de casamento...
    A gente aprende muitoo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Eu confesso que tive uma certa nostalgia pós-casamento, mas já superei e agora me sinto bem continuando a falar sobre esse tema! Bjos.

    ResponderExcluir
  3. Eu também não diria que queria casar de novo, vivi tudo que queria viver no meu dia 13/03/11 e hoje só penso na minha rotina de dona de casa, esposa e profissional e em decorar e reformar meu apto (que por atraso da obra, ainda não foi entregue). Os primeiros meses aqui também foram de ajustes,e até algumas briguinhas (mas era só para tudo entrar nos eixos) e te digo uma coisa, hoje em dia, caminhando para o 2º ano de casada, a sintonia entre o casal fica bem melhor. A fase do "conhecimento" das manias um do outro já passou e vc passa a compreender melhor a outra parte, a ter mais sintonia. É uma delícia!!

    ResponderExcluir
  4. Olha Dri eu vou completar 16 anos de casada no dia 24/01/13, não tenho filhos, fiz faculdade já casada, e não me arrependo de ter me casado.
    Os primeiros meses de casamento são os piores pode acreditar!!! Nossa por tudo eu chorrava e pensava: ai me Deus o que eu fui fazer da minha vida!!! A gente brigava muito!!! E eu chorrava!!! Morria de ciumes dele e ele de mim, quero dizer ele ainda tem muito ciumes de mim!!! rsrsrs... Eu passei dessa fase!
    Hoje agente se conhece mais quase nunca briga e quando briga não fica brigado entende?
    Eu digo que casamento é:
    Aproveitar os momentos alegres, se apoiar nos tristes e o essencial: engolir sapos e fazer bem a digestão pra não arrota-los depois!!!
    Porque ficar levantando defuntos não leva relacionamento nenhum a diante!!! Aconteceu não espere, reclame brigue na ora deixe bem claro o que vc pensa a respeito do assunto e nunca mais fale nisso!!! Senão vai brigar duas vezes ou mais por um mesmo prob!!!
    Com experiencia te digo que conforme diz minha mãe "homem é de lua" as vezes são uns doces e as vezes amargos. Vai ter dia em que vc vai olhar pra ele e falar: nossa como eu te aguento??? Mas a dias em que vc percebe que a vida sem ele não teria a menor graça! rsrsrs...
    Bem é isso
    Bjosssss e tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
  5. Falou e disse tudo!!! Eu acho que em cada fase da vida temos que ter um objetivo. Uma vez que o objetivo é cumprido, temos que encontrar outro, senão caímos nessa depressão que vc falou. Minha mãe teve uma fase dessas recentemente, quando meu irmão e eu nos formamos na faculdade. O objetivo dela de criar os filhos estava cumprido, e ela estava sem saber como direcionar a vida dela. Acho que o mesmo acontece com o casamento... depois de casar, qual o próximo passo? Ele tem que ser definido... seja decorar a casa, aprender a conviver bem com o outro, ter um filho... tem tanta coisa que vem depois do casamento... :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Bom, eu não tive essa deprê pós festa, na vdd tive problemas maiores para me preocupar quando voltei de viagem...o atraso na entrega do apê, esse problema é o que afeta minha vida de casada até agora...só depois poderei dizer como me sinto casada de vdd! Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Eu tive esse problema depois da minha festa. Era um sonho e eu não sabia que fazer depois que eu o realizei, mas me restaram as fotos de casamento para recordar, e foi o que me salvou!!

    ResponderExcluir
  8. Adriana, estou chegando em seu blog agora...mas acho que tudo é fase sabe, os primeiros anos sao dificeis msm a convivencia, mas isso tudo passa.
    bjs
    ps.: quando puder nos seguir...http://www.conquistasdonossoape.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, parabéns pelo blog!
    Se você puder visite este blog:
    http://morgannascimento.blogspot.com.br/
    Obrigado pela atenção

    ResponderExcluir
  10. Oi Drii, também concordo com você, estar casada é ótimo, e tb não fiquei sem rumo após o casamento não, agora é uma outra fase, a fase de construirmos nosso lar. A gente fica viciada agora em casa, decoração, comidinhas...hehehhehehe. Claro que temos que ajustar o convívio, agora é diário, mas a gente tem que viciar em outra coisa né?! mulher não sossega...kkkkkk.

    ResponderExcluir
  11. Oi Adriana,
    Eu já tenho mais tempo de casada...Mas eu acredito que esta sensação de vazio faz parte a cada realização de um grande sonho nosso...Falo isso porquê senti novamente isso logo após o nascimento da minha filha (muito desejada e esperada!), também após a compra da nossa casa (sonhei demais) e depois foi logo após a minha formatura (Outra grande conquista) Agora buscando novos desafios e conquistas! Acredito que este sentimento é passageiro mas também consatante em nossas vidas.
    Felicidades no seu casamento!!
    bjus

    ResponderExcluir
  12. Adorei o post, Dri! Eu estava mesmo pensando sobre isso... tenho uma semana de casada... e agora? kkkk! Beijooos

    ResponderExcluir

Oiiii .. deixe uma marquinha aqui, vai?